Claudio Naranjo

 

inicio

introdução

audio & video

publicações

mapa de local

imprensa

festschrift

autobiografía

eventos

links

Tótila Albert

artista e profeta da sociedade tri-unitaria

Eu me tornei amigo de Totila Albert quando ainda era um adolescente, e antes de sua morte em 1967 ele me confiou seus manuscritos na esperança de que eu pudesse levar sua mensagem ao futuro. Sua poesia não foi publicada até hoje, no entanto o original no idioma alemão aparece pela primeira vez aqui no cyberspace - disponível aos leitores interessados.

Os leitores podem também acessar aqui uma biografia breve de Totila e a introdução que escrevi para a sua épica The Birth of the I (O Nascimento do Eu) juntamente com um artigo sobre o seu conteúdo - originalmente escrito a convite de Lee Lozowick, com o intuito de contribuir para um volume sobre poesia sagrada.

Depois de ter completado os cinco volumes de sua épica, Totila Albert começou a escutar vozes na música de Beethoven e a anotar o "ditado" de Beethoven. Mais tarde ele "auscutava" o significado interno das últimas sinfonias de Schubert, varios trabalhos de Schumann, e muitos de Brahms - tal como explico no quarta seleção anexada aqui sobre o Ditado Musical de Totila Albert. Também estão incluidas partes de um video mostrando não só algumas esculturas de Albert, como também ilustração do ditado musical com o texto correspondente do adagio do último quarteto de Beethoven.

Eu escrevi sobre a denuncia do patriarcado de Totila Albert e sua visão de "uma boa sociedade" em The End of Patriarchy (O Fim do Patriarcado) e também abordo o pensamento de Totila Albert no meu mais recente livro Healing Civilization (Civilização Curativa).

Claudio Naranjo           



a música do ditado Tótila Albert



Simon Bolivar

Tótila Albert e a sua escultura intitulada "Simón Bolivar"



The Unveiling

Santiago, Chile - 17 Abril 2007

Ato de inauguração da Terra com o Presidente chileno Michelle Bachelet (centro)
e a filha de Totila Albert, Luz Albert (extrema direita).


inglêsfrancêsalemãoitalianoportuguêsespanhol